Em Tempo Geral 

Em Tempo – Fi-lo porque qui-lo…

Por: Prof. Gilberto Tannus Afirmei em artigo anterior que cadeia no Brasil, atualmente, é só para os pobres, a ralé, os pés de chinelo. Repito-o alto e bom som, reforçando a ideia com um exemplo de peso devastador e irretorquível: o ministro do stf (supremo soviete federal) marco aurélio de mello acaba de libertar o megatraficante andré oliveira macedo. Mais conhecido pela alcunha “andré do rap”, o criminoso é um dos milionários chefões do pcc (primeiro comando da capital). Seu advogado entrou com pedido de habeas corpus e, na mesma…

Leia Mais
Artigo Geral 

Você sabe a diferença entre tempo de contribuição e carência?

Por: Mariana Mársico Azadinho São parecidos e muita gente se confunde, mas é muito importante saber a diferença entre esses termos para poder analisar se um segurado tem ou não direito a um benefício previdenciário. Para os períodos trabalhados até a data da Reforma da Previdência – 13/11/2019, o tempo de contribuição é contado de data a data, desde o início da atividade até a data do desligamento. Ou seja, o tempo de contribuição é o dia por dia de trabalho. E essa era a forma pela qual estávamos acostumados…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – Alinhavando ideias…

Por: Prof. Gilberto Tannus* * * * Há algo mais perverso do que um esquerdopata? Claro que não. Para atingir seus pérfidos interesses pessoais os “vermelhinhos” não hesitam em sacrificar o bem comum. Foi o caso da criminosa campanha “lula Livre”. Os petralhas quiseram porque quiseram libertar o chefe do maior esquema de assalto aos cofres públicos já organizado por um partido político para roubar seu próprio povo. E o conseguiram. lula – embora condenado pela justiça como ladrão e lavador de dinheiro – saiu da prisão. Para tanto, o…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – A globolixo já era…

Por: Prof. Gilberto Tannus* A globolixo afunda Caminha para a falência. Sem o dinheiro dos trabalhadores humildes que bancavam as milionárias propagandas do governo federal petista, a família marinho foi obrigada a demitir atores consagrados, jornalistas e apresentadores. Com programas apelativos e noticiário jornalístico eivado de fake news, perdeu toda credibilidade aos olhos dos telespectadores. Seus índices de audiência despencam nas planilhas dos institutos de pesquisa de opinião pública. Nas ruas, ao fazerem reportagens ao vivo, repórteres da emissora são achincalhados por populares. O povo brasileiro não só critica a…

Leia Mais
Artigo Geral 

Descomplicando a pediatria – Tempo de Tela

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou em Fevereiro de 2.020, no dia 11, data em que se comemora o Dia da Internet Segura, o Manual de Orientação #MenosTelas #MaisSaúde com o objetivo de promover a saúde e o bem-estar de crianças e adolescentes em contato constante com tecnologias digitais, como smartphones, computadores e tablets. O documento, elaborado pelo Grupo de Trabalho sobre Saúde na Era Digital da SBP, complementa e atualiza as recomendações lançadas pela entidade em 2016 sobre o tema. Recomendações – Segundo o documento, as novas mídias…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – Romance Moderno II – à la Nelson Rodrigues

Por: Prof. Gilberto Tannus* O longo apito do trem cortou como lâmina afiada de navalha o tecido negro da noite. Madrugada. Chuva. Vento forte. Fabíola contemplou as pequenas ilhas de opaca luminosidade que se aproximavam lentamente. Postes velhos de madeira, com lâmpadas amarelas, enfileirados ao longo dos trilhos da estação ferroviária da cidadezinha interiorana. Loira, linda, olhos azuis, pele alabastrina. Deusa grega em forma de mulher. Lágrimas furtivas deslizavam por suas faces, rapidamente absorvidas por um lenço cor-de-rosa. Cansada das traições do esposo, tomara a drástica decisão de abandoná-lo em…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – Romance Moderno

Por: Prof. Gilberto Tannus* Fabíola é linda. Loira, olhos azuis, pele alabastrina. Seus pezinhos descalços pisam suavemente as pedras amarelas de basalto molhadas pela água da piscina. Biquíni branco, reduzidíssimo, fio-dental. Mais nada. Deusa ariana. Pena que namora justamente o parvo do Alfredo. (Alfredo é nome de mordomo. “- Alfreeeedo! Traga o papel!”, reverbera pelos corredores da mansão o som da voz da patroa. E o serviçal-mor o traz, na bandeja de prata.) Ademais, o idiota está endividado até o pescoço com dezenas de carnês de crediário. (LOJAS CEM, breve…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – Direita X Esquerda

Prof. Gilberto Tannus* DIREITA>>> Presidente Bolsonaro assumiu o governo federal há 20 meses. Há 20 meses não há uma só notícia de corrupção no governo federal. ESQUERDA<<< Com lula-pixuleco e dilma-pinóquio no poder tivemos década e meia de roubalheiras. Bilhões de reais desviados dos cofres públicos para o bolso de ricos empreiteiros e políticos corruptos. Fora outros bilhões saqueados do BNDES e presenteados a ditadores comunistas. *** DIREITA>>> Capitão Bolsonaro deu um basta à gastança desenfreada com propagandas na grande mídia. Bilhões economizados em prol de obras necessárias voltadas ao…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – Mierda!

Por: Prof. Gilberto Tannus* * ^ * A população da Venezuela (30 milhões) diminuiu 10%. Mais de 3 milhões de cidadãos fugiram da crise econômica, do desemprego, da fome, da miséria, da ausência absoluta de liberdade política e de expressão, da falta de perspectivas de uma vida digna. Receberam vistos, de caráter humanitário ou de trabalho, para se estabelecer legalmente em países latino-americanos, incluindo o Brasil. O bolivariano “Socialismo do Século XXI” expulsou milhões de pessoas de sua pátria. É ou não é uma mierda? * ^ * A classe…

Leia Mais
Em Tempo Geral 

Em Tempo – No divã

Por: Prof. Gilberto Tannus Sabe doutora, recordo-me da primeira vez em que viajei sozinho a São Paulo, capital. Há quarenta anos. Utilizávamos dinheiro vivo ou cheques. Pequenos gastos nos bares de rodoviárias, com bilhetes do metrô e passagens de ônibus circulares eram pagos com trocados que levávamos na carteira. Notas de maior valor – usadas em emergências – ocultávamos em bolsos costurados por dentro da calça. Anéis e colares ficavam na gaveta do criado mudo de casa. No pulso um relógio vagabundo. De reserva, enfiávamos calça, camisa e dois pares…

Leia Mais