No calendário: Vereador cria o Dia Municipal da Goiaba em Taquaritinga (SP)

Ao fazer a defesa de sua proposta, Gilberto lembrou que a cidade já é famosa nos altos círculos gastronômicos pela qualidade de suas goiabadas.

Na última sessão da Câmara Municipal de Taquaritinga, realizada na segunda-feira (8), o projeto de lei apresentado pelo vereador Gilberto Junqueira, instituiu o Dia Municipal da Goiaba. A comemoração será em 20 de março de cada ano, data que marca o início da colheita da fruta, por sugestão do presidente do Sindicato Rural, Marco Antonio dos Santos.

Gilberto Junqueira (DEM) – Foto: Gabriel Bagliotti / O Defensor

Na semana que compreende o dia 20 de março de cada ano o Poder Público, juntamente com agricultores e segmentos ligados à agricultura, poderá realizar a Festa da Goiaba, a ser organizada em consenso com os produtores e incluída no Calendário Oficial de Eventos.

De acordo com o autor da ideia, o objetivo é criar uma nova identidade para o município, que é recordista na produção da fruta no país – cerca de 40 mil toneladas/ano. Também é um resgate histórico, uma vez que no passado Taquaritinga foi conhecida nacionalmente como a Capital do Tomate.

Indústrias que se instalaram por aqui foram consideradas as maiores fabricantes de derivados da goiaba da América Latina. Fábricas Peixe, Conservas Colombo e Guari Fruits não existem mais, mas até hoje são lembradas como grandes geradoras de emprego. Elas produziam mais de dois milhões de quilos por mês, exportando para a Europa (Portugal e Espanha), África e América do Sul, com foco interno voltado para o segmento de atacado e prefeituras.

O projeto, que segue para a sanção do prefeito Vanderlei Mársico, também autoriza a Prefeitura a fazer parcerias com entidades públicas ou privadas para a realização de eventos e exposições relacionados ao cultivo da goiaba.

Ao fazer a defesa de sua proposta, Gilberto lembrou que a cidade já é famosa nos altos círculos gastronômicos pela qualidade de suas goiabadas, que já ganharam prêmios em nível nacional. Ele afirmou que as comemorações em torno desse ícone da agricultura local têm o apoio do Sindicato Rural.

Embora a cana-de-açúcar seja produzida em larga escala para suprir a demanda das usinas de açúcar e álcool da região, Taquaritinga possui uma grande diversificação de frutas tropicais, resultado do grande número de pequenas propriedades localizadas em seu território. Segundo a AbagRP (Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto), 70% dos cerca de 800 produtores são considerados pequenos.

Dados de produção – Conforme levantamento da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) de Jaboticabal, Taquaritinga possui 170 propriedades que cultivam a goiaba. Juntas, totalizam 1.066 hectares de plantação.

A cidade é a primeira da região em produção, com 15.600.000 kg, e em pés plantados, com 210 mil pés. Com essa produção, representamos praticamente 1/3 de toda a região, que produz 47.063.440 kg. O Estado de São Paulo tem uma produção de 83.275.480 kg.

Atualmente, as maiores indústrias de processamento da fruta, na região, estão localizadas em Monte Alto e em São Lourenço do Turvo, distrito de Matão. A ideia do vereador é que, ao movimentar o setor, Taquaritinga possa ativar e desenvolver novamente sua agroindústria – máquinas que um dia foram sinônimo de progresso e geração de riquezas.