Trabalhador acusa agrônomo de tê-lo ameaçado com disparos de arma de fogo

Um trabalhador agrícola, de 26 anos, acionou a equipe da Polícia Militar de Taquaritinga (SP) na tarde de segunda-feira (28), em uma chácara da zona rural da cidade. Segundo as suas informações, um engenheiro agrônomo, de 70 anos, teria o ameaçado com diversos disparos de arma de fogo depois de um desentendimento entre eles.

A vítima estava na propriedade rural, onde sua tia reside. O engenheiro agrônomo chegou ao local e ambos começaram a discutir, pois o rapaz já foi inquilino do autor e possui uma dívida com ele referente a aluguéis. O idoso teria efetuado alguns disparos no momento da briga, mas o jovem não soube informar onde os projéteis atingiram.

Foi feito o contato com o acusado, que afirmou possuir uma arma de fogo, mas negou que a teria disparado para ameaçar o jovem. O engenheiro entregou o revólver para os policiais e, ao vistoriarem a área indicada, nada de anormal foi localizado.

A arma está registrada em nome do acusado e seu registro está vencido desde o dia 07/10/2012. A vítima não sofreu nenhuma lesão física, e ao final da ocorrência, o revólver foi apreendido para ser submetido ao exame pericial.