Geral Momento Mulher 

Cartórios divulgam os nomes de bebês mais registrados do Brasil na década

Dados compilados de 2010 a 2020 nas 7.660 unidades de Registro Civil do País, formou o ranking das preferências em cada região brasileira. Em 2020, nomes simples voltam à moda e Miguel e Helena foram as escolhas mais populares. Miguel, com 321.644 registros, e Arthur, com 287.886, foram os nomes mais escolhidos pelos brasileiros para registro de nascimento de seus filhos na última década (2010 – 2020). Já Maria Eduarda foi o nome feminino mais escolhido pelos pais nos últimos 10 anos. O ranking geral dos últimos 10 anos mostra…

Leia Mais
Geral Momento Mulher Saúde 

Vacinação reduz risco de doenças infecciosas e mortalidade em bebês prematuros

Calendário segue idade cronológica e deve ser respeitado por pais e médicos. Por: Cristiane Bomfim, da Agência Einstein Considerada um dos meios mais eficazes para combate de doenças infecciosas, a vacinação é uma importante ferramenta para a saúde e redução de mortes nos primeiros anos de vida entre bebês que nasceram prematuros. Isso porque, quanto menor a idade gestacional menos desenvolvido é o sistema imunológico ao nascer. Bebês que nascem com menos de 28 semanas de gestação, por exemplo, têm risco 5 a 10 vezes maior de contrair um processo…

Leia Mais
Geral Momento Mulher 

Nutrição adequada com maior nível de lactose resolve obstipação em bebês, na falta de aleitamento materno

Quando um bebê nasce é comum ter algum dos chamados “distúrbio funcional do sistema digestivo”. Apesar do nome complexo, trata-se de uma condição relativamente normal, especialmente quando o sistema digestivo da criança ainda não está totalmente formado, o que acontece nos primeiros meses de vida. Em decorrência dessa condição, os bebês podem apresentar três problemas: cólica, refluxo e obstipação, sendo este último o menos apontado pelos pais, mas não o menos importante. A obstipação é a dificuldade ou a falta de evacuação. Nesse caso, a criança sente dor para eliminar…

Leia Mais
Geral Momento Mulher Saúde 

Cólica em bebês não é doença, mas pode ser tratada com fórmulas especiais, na falta de aleitamento materno

A cólica dos bebês causa arrepios na maioria dos pais, pois embora não seja algo grave, clinicamente falando, interfere de maneira importante na qualidade de vida dos recém-nascidos e de toda a família.  “Como a cólica não é uma doença, não tem tratamento. Porém, é possível melhorar a condição dos bebês por meio da utilização de fórmulas nutricionais quando eles não recebem mais o leite materno. Existem várias opções no mercado. O recomendável é buscar uma fórmula específica, pois dessa forma é possível obter eficácia da ação e garantir a…

Leia Mais
Geral Momento Mulher Saúde 

Nutrição adequada com maior nível de lactose resolve obstipação em bebês, na falta de aleitamento materno

Quando um bebê nasce é comum ter algum dos chamados “distúrbio funcional do sistema digestivo”. Apesar do nome complexo, trata-se de uma condição relativamente normal, especialmente quando o sistema digestivo da criança ainda não está totalmente formado, o que acontece nos primeiros meses de vida. Em decorrência dessa condição, os bebês podem apresentar três problemas: cólica, refluxo e obstipação, sendo este último o menos apontado pelos pais, mas não o menos importante. A obstipação é a dificuldade ou a falta de evacuação. Nesse caso, a criança sente dor para eliminar…

Leia Mais
Destaques Geral Momento Mulher 

30% dos bebês prematuros nascem com hérnia inguinal

Os bebês prematuros têm mais chances de nascer com hérnias da parede abdominal. As mais comuns em crianças são as hérnias umbilical e inguinal. A primeira se fecha sozinha em 90% dos casos, sem a necessidade de tratamento; já a inguinal, que atinge 30% desses bebês, tem indicação cirúrgica. De acordo com o cirurgião pediátrico sócio da Sociedade Brasileira de Hérnia, André Luis Fortes Alves, geralmente o diagnóstico da hérnia inguinal é feito na UTI Neonatal. “Essas hérnias acontecem na virilha, quando a abertura existente para a passagem dos testículos…

Leia Mais
Destaques Geral Momento Mulher Saúde 

Cólica em bebês não é doença, mas pode ser tratada com fórmulas especiais, na falta de aleitamento materno

A cólica dos bebês causa arrepios na maioria dos pais, pois embora não seja algo grave, clinicamente falando, interfere de maneira importante na qualidade de vida dos recém-nascidos e de toda a família. “Como a cólica não é uma doença, não tem tratamento. Porém, é possível melhorar a condição dos bebês por meio da utilização de fórmulas nutricionais quando eles não recebem mais o leite materno. Existem várias opções no mercado. O recomendável é buscar uma fórmula específica, pois dessa forma é possível obter eficácia da ação e garantir a…

Leia Mais
Destaques Geral Saúde 

São Paulo reforça importância de vacinar bebês contra sarampo

Secretaria da Saúde recomenda imunização de crianças entre 6 meses e 1 ano; adultos até 29 anos também devem se proteger. O Estado de São Paulo segue vacinando contra sarampo bebês com idade entre 6 meses a menores de 12 meses, conforme recomendado pelo Ministério da Saúde. A faixa etária é considerada mais vulnerável a casos graves e óbitos, e representa cerca de 13% do total de casos registrados em São Paulo. A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. A aplicação da chamada “dose zero” visa proteger…

Leia Mais
Destaques Geral 

Game of Thrones: nos EUA, 11 mil bebês são batizados com nomes de personagens de ‘GOT’

A popularidade de ‘Game of Thrones’ chegou às certidões de nascimento. A NBC levanta há três anos os dados de quantas crianças nos Estados Unidos são batizadas com nomes de personagens da série. Em 2018, 4,5 mil bebês foram registrados com nomes que aparecem na saga de George R. R. Martin. Em 2017, foram 3,8 mil crianças e, em 2016, 3,2 mil bebês. Não foram contabilizados escolhas comuns, como Jon e Jaime, por exemplo. Mas aparecem na lista grafias diferentes de um mesmo nome, como Caleesi, Khaleesie e Khaleesi. A…

Leia Mais
Cidadania Destaques Geral Região 

Utilidade: detentas de Araraquara confeccionam polvos de crochê para bebês na UTI

As mulheres se ofereceram como voluntárias e na última semana entregaram as primeiras peças ao hospital. O intuito é entregar os polvos a cada dois meses. Um grupo de 30 reeducandas do Centro de Ressocialização, em Araraquara (SP), uniu-se para ajudar um projeto que desenvolve polvos de crochê para bebês prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal da Maternidade Gota de Leite. As reeducandas fazem parte do “Projeto Transformação”. Trata-se de um grupo de apoio às mães que perderam filhos recém-nascidos ou ainda na gestação. Originalmente, a ideia…

Leia Mais