Giro Político – Novos vereadores a partir de 2021 em Taquaritinga

Novos vereadores a partir de 2021 em Taquaritinga – Apenas sete, dos atuais vereadores conseguiram se reeleger para a próxima legislatura na Câmara Municipal. Por outro lado, foram eleitos oito novos vereadores, alguns, inclusive, com grande votação, como foi o caso de Mauro Modesto, com mais de 800 votos.

Sessão ordinária na Câmara Municipal do dia 16 é cancelada – A sessão ordinária marcada para acontecer na segunda-feira passada, na Câmara Municipal, foi cancelada, a fim de não se causar nenhum tipo de constrangimento entre um ou outro vereador. Os que conseguiram a reeleição, claro, satisfeitíssimos. Já os que perderam, estariam numa situação insustentável. Melhor assim. Aliás, a sessão solene, em homenagem ao Dia da Consciência Negra, que se comemora nesta sexta-feira (20), já havia sido cancelada em agosto pelo presidente da Casa de Leis, Beto Girotto.

Eleição para presidente da Mesa Diretora – Cercada da maior expectativa a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal, para o biênio 2021/2022, que normalmente acontece, no 1º dia do mês de janeiro. Os vereadores eleitos para a próxima gestão, seis da ala oposicionista, seis da ala situacionista e três de diferentes partidos, prometem agitar os bastidores políticos em meados de dezembro.

Mauro Modesto comandará a sessão de posse – Seguindo os regimentos internos da Câmara Municipal, a sessão do dia 1º e janeiro de 2021, que elegerá a nova Mesa Diretora da Câmara será comandada pelo vereador eleito Mauro Modesto, do PSD, o mais votado nas eleições municipais de 15 de novembro.

Diplomação dos eleitos pela Justiça Eleitoral – A última reunião ordinária na Câmara Municipal em Taquaritinga deverá ocorrer em 14 de dezembro, oportunidade em que os 15 vereadores, o prefeito e o vice-prefeito eleitos serão diplomados pela Justiça Eleitoral. A diplomação é um ato formal que encerra o processo eleitoral, habilitando a tomarem posse nos cargos nos quais foram eleitos. Após isso, os atuais vereadores entram em recesso parlamentar. Oito deles não voltam em 2021.