Giro Político – 11 de setembro de 2020

Em busca de um vice – Uma das últimas incógnitas do quadro eleitoral na semana que passou, era com relação ao candidato a vice-prefeito na chapa do servidor público Aristeu Silva (PRTB). No início, tinha-se como certa a inscrição do agricultor Niba Basso na dobradinha. Depois, o vereador Dr. Eduardo Moutinho (PSB) chegou a ser cogitado, mas, por razões pessoais, teria declinado do convite. Ter um vice do PSB seria uma maneira de formalizar a coligação, mas o quadro do partido não oferece tantas opções.

Será que vai – Márcia Zucchi deve mesmo realizar um o sonho antigo! O de disputar a Prefeitura de Taquaritinga, desta vez a advogada está filiada ao PV de Cláudio Bedran, Salvador Arnoni e Mário Miqueluti. Em 2012, ainda no MDB, Márcia estava com um pé na campanha, quando foi substituída aos 45 do segundo tempo por Vanderlei Mársico, que foi derrotado pelo Dr. Fúlvio Zuppani. Ela acabou dando apoio à professora Neide Salvagni (PSDB), atual secretária da Educação.

Apoio – Dois ex-presidentes da Câmara Municipal, Dr. Luís Roberto Micheloni e o professor Marcelo Volpi, mesmo filiados ao PSB do Dr. Moutinho, teriam declarado apoio ao pré-candidato do DEM, Paulo Delgado, que disputará ao lado do vereador Wadinho Peretti (MDB). Resta saber se Marcelo mantém sua candidatura a vereador ou apoiará abertamente o ex-prefeito.

Pela situação – Confirmadíssima está a dobradinha Vanderlei Mársico/Luiz Fernando Coelho da Rocha, que busca a reeleição. Assim, como fez Fúlvio Zuppani, quando exercia o cargo de prefeito, que mudou de PT para o PPS, Vanderlei deixou o PSD e aderiu ao PSDB, atendendo a um convite do ex-prefeito Sérgio Salvagni, presidente da sigla na cidade. Desde o ano passado, Salvagni dirige o Saaet, a convite de Mársico. As urnas dirão se Vanderlei é um tucano de vôo curto ou manterá seu ninho por mais quatro anos.