Você sabe por que é importante contribuir para a previdência social?

Por: Mariana Mársico Azadinho

A Previdência Social é um seguro que garante a renda do contribuinte e de seus dependentes, em caso de doença com incapacidade temporária ou permanente para o trabalho, acidente, gravidez, prisão, morte e velhice.

Ela faz parte de um sistema contributivo, ou seja, a pessoa só terá direito a algum benefício ou serviço previdenciário se estiver inscrita no Regime Geral da Previdência Social e tiver contribuído. É por meio da contribuição previdenciária que o cidadão passa a ser filiado da Previdência Social.

Mas por que contribuir? Você tem o hábito de guardar dinheiro para um seguro no caso de desemprego, doença ou velhice, por exemplo?

A contribuição confere ao cidadão o status de segurado, podendo se beneficiar dela não apenas para fins de aposentadoria, mas para recebimento de diversos outros benefícios, como auxílio por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença), aposentadoria por incapacidade permanente (antiga aposentadoria por invalidez), pensão por morte, salário maternidade, dentre outros.

E como faz para contribuir?

Se você é empregado, a contribuição é obrigatória. Todo trabalhador regido pela CLT, com carteira assinada, é automaticamente filiado à Previdência Social e suas contribuições já são descontadas em seu contracheque.

Porém, quem trabalha por conta própria precisa procurar a Previdência Social para se inscrever e é de sua responsabilidade a contribuição mensal ao INSS.

Até mesmo quem não tem renda própria, como as donas de casa e os estudantes, podem se inscrever na Previdência Social. Mas para se filiar é preciso ter mais de 16 anos de idade.

A contribuição previdenciária é de suma importância, pois aqueles que contribuem para o INSS têm direito a uma série de benefícios.

A curto prazo, pode não parecer relevante, mas a médio e longo prazo, é bem provável que você possa precisar.

*Mariana Mársico Azadinho é advogada e professora universitária.