Giro Político – 21 de agosto de 2020

Requerimentos lidos na sessão ordinária virtual – Os vereadores de Taquaritinga, participantes da sessão ordinária virtual de segunda-feira (17), apresentaram para leitura, diversos requerimentos, sendo alguns deles bastante chamativos, “cutucando” a administração municipal. O presidente da Câmara, Beto Girotto apresentou um deles, pedindo informações ao prefeito, relativas aos veículos pertencentes à municipalidade, especificamente sobre os motivos da retirada dos rastreadores e adesivos dos mesmos.

Dr. Denis Machado – O vereador pede informações ao Poder Executivo a respeito de quanto foi economizado com aluguéis, desde a mudança da Prefeitura para o novo prédio, já que a compra do antigo imóvel da Stefani foi justificado pelo prefeito, como sendo motivos de economia nos aluguéis. Motivos de suspense, né Dr. Denis.

Rodrigo de Pietro – Quer saber do prefeito, em tempo hábil, a seguinte questão: por quais motivos a Procuradoria Jurídica do Município usou, em defesa oral das contas de 2018 perante o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo – TCESP – as alegações de que inaugurou o AME, a UTI Neonatal e o Centro de Hemodiálise para justificar o déficit financeiro, o não pagamento de precatórios e a falta de pagamento ao Ipremt, sendo que esses itens citados não possuem nenhuma relação com a Prefeitura Municipal. Vixe!

Juninho Previdelli – Para que o prefeito lhe informe se, na ocasião da entrega da doação pelo município do prédio que hoje se encontra instalado o AME, foi dado baixa à Codasp e se o caso resultou em algum precatório.