VBP: Valor Bruto da Produção Agropecuária é estimado em R$ 689,97 bilhões para 2020

Pecuária deve crescer 6,7% e lavouras, 8,3%, na comparação com 2019.

O Ministério da Agricultura divulgou nesta segunda-feira (20), que Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 2020 está estimado em R$ 689,97 bilhões, 7,6% maior em comparação ao resultado de 2019 (R$ 641,35 bilhões).

A estimativa tem como base os dados de março e os reflexos da pandemia do Coronavírus.

A pecuária deve ter o segundo ano consecutivo de bons resultados, com crescimento previsto de 6,7% (R$ 236,6 bilhões), e as lavouras, com 8,3% de alta (R$ 453,3 bilhões), destacando-se as produções de café (31,3 %), milho (16,9 %) e soja (12,9 %).

Pecuária deve ter o segundo ano consecutivo de bons resultados. – Foto: Gabriel Rezende Faria/Embrapa

A Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, destaca que, com exceção do milho de segunda safra, a safra de grãos encontra-se praticamente encerrada no primeiro trimestre. “Observou-se, ainda que o sistema de distribuição de grãos vem ocorrendo satisfatoriamente”, informam os técnicos, ressaltando que os entrepostos têm sido também abastecidos regularmente com produtos hortigranjeiros.

Na pecuária, as projeções de crescimento são impulsionadas pela carne bovina, suína e ovos.  De acordo com a secretaria, o mercado internacional é a variável mais relevante do bom desempenho, embora os preços internos venham contribuindo para os ganhos do setor. Os preços de carne bovina e suína estão 13,2% e 12,5%, respectivamente, acima dos observados no ano passado. O valor da produção da carne bovina e suína é o mais elevado nos últimos 15 anos. Carne de frango apresenta ligeira queda no valor, e leite apresenta faturamento abaixo em relação ao ano passado.

O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento. Calculado com base na produção da safra agrícola e da pecuária, e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do país, dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil. O valor real da produção, descontada a inflação, é obtido pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) da Fundação Getúlio Vargas. A periodicidade é mensal. 

Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento