Datas comemorativas: Descobrimento do Brasil

O Dia do Descobrimento do Brasil refere-se ao 22 de abril de 1500, data em que os portugueses chegaram às terras onde, mais tarde seria o Brasil.

Apesar de não ser feriado, o dia faz parte do calendário cívico e escolar brasileiro.

Origem – Nem sempre a data do descobrimento foi comemorada nesse dia. Um dos primeiros nomes que o Brasil recebeu foi o de Terra de Vera Santa Cruz. Para que a data coincidisse com o feriado da Santa Cruz, o rei Dom Manuel I (1469-1521) a transfere para o dia 3 de maio.

Somente em 1817, com a publicação da Carta de Pero Vaz de Caminha, se verifica que a chegada dos portugueses tinha ocorrido antes, em 22 de abril.

Durante o Império não houve nenhuma festa em torno à data, mas quem tinha um pouco de estudos sabia que o Brasil tinha sido descoberto neste dia.

O curioso é que com o golpe republicano, o 3 de maio passou a ser feriado nacional e assim permaneceu até a Revolução de 30, quando foi extinto pelo presidente Getúlio Vargas.

História – O Dia do Descobrimento do Brasil indica o momento em que a esquadra de Pedro Álvares Cabral chegou à cidade de Porto Seguro, no hoje Estado da Bahia.

É possível que vários navegadores tenham chegado antes de Cabral, como o espanhol Vicente Pizón que esteve em janeiro de 1500. O grande documento dessa viagem é o mapa feito pelo espanhol Juan de la Cosa, que é o primeiro onde aparece a o Nordeste brasileiro.

No entanto, como quem realmente ocupou esta terra foram os portugueses, Cabral levou a fama de “descobridor” dessas terras.

Quando os portugueses atravessaram o mar e chegaram nas terras pertencentes ao Brasil, chamaram-na “Terra de Vera Cruz”. Importante lembrar que em latim a palavra “vera” significa “verdadeira”.

O nome Brasil, somente foi atribuído anos depois, quando começaram com a exploração do pau-brasil, uma árvore nativa.

Comandados por Pedro Álvares Cabral, uma frota de 13 embarcações (três caravelas, nove naus e mantimentos) e cerca de 1500 tripulantes saíram de Lisboa, capital de Portugal, no dia 08 de março de 1500.

O objetivo central era chegar as Índias, a fim de realizar um tratado comercial com os dirigentes da região. Entretanto, eles se afastaram da costa da África para confirmar o que já se suspeitava: havia terras ao leste.

Um dos mais importantes testemunhos da chegada dos portugueses e do conhecimento das terras e dos habitantes que aqui viviam foi documentado pelo escrivão da frota de Pedro Álvares Cabral: Pero Vaz de Caminha.

A Carta de Pero Vaz de Caminha, escrita ao rei de Portugal D. Manuel I, é um dos principais documentos históricos e literários da época. No documento, ele descreve sobre as belezas naturais da nova terra, bem como o primeiro contato com os habitantes.